• Clínica Larc

Fasciíte Plantar

Atualizado: 7 de Jun de 2018


É um distúrbio doloroso comum que afeta o calcanhar e a planta do pé é também conhecida como esporão do calcâneo. Trata-se de um processo inflamatório na região de inserção da fáscia plantar (membrana espessa na sola do pé que se estende até os dedos).


A Fasciíte plantar é a lesão mais comum da fáscia plantar e é a principal causa de dor no calcanhar. Aproximadamente 10% das pessoas desenvolvem Fasciíte plantar em algum momento da vida.


Sintomas

A dor é o sintoma mais prevalente e geralmente se caracteriza como uma pontada na região do calcanhar sendo mais intensa durante os primeiros passos após se levantar da cama ou depois de longos períodos sentado.

Fatores de Risco

A Fasciíte plantar tem como fatores de risco a obesidade, excesso de exercícios físicos sem o devido preparo, permanecer em pé em superfícies duras por longos períodos, uso de calçados com solados baixos como chinelos e sapatilhas e principalmente em indivíduos que possuem encurtamento da musculatura da cadeia posterior ( panturrilha e coxa).

Diagnóstico

Geralmente o diagnóstico é realizado através do exame clínico após consideração da história e fatores de risco. Em caso de suspeita de outras patologias associadas ou diagnósticos diferenciais podemos solicitar exames como Radiografias, ultrassonografia ou Ressonância Magnética. Em muitos casos o paciente ao observar na imagem radiográfica um pequeno “ Esporão” plantar correlaciona a dor com este achado porém a verdadeira causa é o processo inflamatório local e não o “ bico” ósseo.


Tratamento

O tratamento conservador quando bem instituído possui um índice de sucesso alto deve ser baseado em exercícios para alongamento da musculatura posterior de forma efetiva preferencialmente supervisionado por um fisioterapeuta associado a não utilização de calçados com solado baixo, perda de peso , adequar exercícios físicos.

Em casos em que há recidiva dos sintomas ou em pacientes que não obtiveram melhora com tratamento inicial podemos optar pela Terapia por ondas de choque que se mostrou efetiva no alívio da dor e até na remissão da doença. Se trata de um método não invasivo podendo ser realizado ambulatorialmente com raras complicações.

Terapia por ondas de choque

A injeção de corticosteroides é utilizada em algumas ocasiões, para casos de Fasciíte plantar refratária a medidas conservadoras. As injeções podem ser uma modalidade efetiva para o alívio da dor a curto prazo mas os estudos falharam em demonstrar o alívio efetivo da dor por mais de três meses. Com a injeção de corticosteroides para Fasciíte existe o risco aumentado de ruptura da fáscia , infecções cutâneas, lesão de nervos, despigmentação da pele e atrofia do coxim gorduroso plantar.

A cirurgia é reservada para casos que não demostraram melhora com todo arsenal terapêutico conservador, no entanto os resultados baseados na literatura ainda precisam de mais evidências para mostrar a eficácia da cirurgia para Fasciíte plantar.





53 visualizações

® Copyright 2018 - Clinica Larc - Todos direitos reservados