• Clínica Larc

Consulta com ortopedista também é importante para a saúde da mulher



Março é o mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher e é comum que nesta época se aborde a importância de cuidar da saúde desse público. Uma das consultas que se deve incluir no check-up feminino é com o médico ortopedista, principalmente após a menopausa, caracterizada pela última menstruação e que geralmente acontece entre 45 e 55 anos, definindo o fim da fase reprodutiva feminina.

A queda da produção do estrogênio na menopausa faz com que os ossos das mulheres fiquem mais porosos e menos resistentes, favorecendo o aparecimento de doenças, como a osteoporose. Nestes casos, ainda pode acontecer da mulher sofrer com uma fratura após uma simples queda ou até mesmo um esbarrão. Segundo estimativas,  uma a cada quatro mulheres tem ou terá osteoporose em alguma fase da vida. Como a doença costuma ser assintomática na fase inicial, é fundamental o acompanhamento médico e, possivelmente, a realização do exame de densitometria óssea, que tem como objetivo medir a densidade dos ossos e a possível perda de massa óssea. Além disso, o especialista também pode atuar na prevenção e no diagnóstico da osteoporose. Fazer atividade física feita regularmente para aumentar a massa óssea, ingerir uma quantidade adequada de alimentos ricos em vitamina D e cálcio, fazer banhos de sol, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e abandonar o cigarro também são boas orientações para aquelas que desejam viver longe da doença.


Dr. Layron Alves é médico ortopedista e especialista em ombro e cotovelo e sócio na Clínica LARC.

1 visualização

® Copyright 2018 - Clinica Larc - Todos direitos reservados